Manifestar interesse

Informação sobre o curso

  • Área de Formação

    Silvicultura e Caça

  • Conteúdos Programáticos

    Modulo I - PODAS URBANAS
    Os processos de desenvolvimento das árvores: As leis fundamentais do crescimento e desenvolvimento das árvores; os diversos tipos de ramificação; a reação das árvores à poda. Os métodos de corte: Localização, ângulos, entalhes; método de redução de ramos em ”puxa-seiva”.
    A poda de formação: Formação da flecha, a elevação e conformação da copa, a seleção, orientação e condução dos ramos (formas naturais e formas condicionadas).
    A poda de manutenção: Sanitária e de segurança nas formas em porte livre; manutenção regular do condicionamento, nas formas em porte artificial. A poda de adaptação: Coabitação em situação de constrangimento (edifícios, vias públicas, outras árvores...); alteração do modelo de condução; reestruturação de árvores mutiladas.
    Saída ao exterior para visualização de casos práticos

    Módulo II - FITOSANIDADE EM AMBIENTE URBANO
    Condicionalismos do ambiente urbano que influenciam a incidência e severidade de pragas e doenças em árvores ornamentais
    O problema fitossanitário
    Procedimento para diagnóstico de um problema fitossanitário
    Estratégias para proteção de árvores em ambiente urbano
    Principais doenças nas árvores em ambiente urbano – doenças das folhas, doenças vasculares, doenças de ramos e tronco, podridões de lenho, doenças radiculares: (1) sintomas e sinais; (2) danos e estragos; (3) estratégias de proteção.
    Principais pragas nas árvores em ambiente urbano – desfolhadores, sugadores, consumidores de gomos e rebentos, subcorticais, perfuradores: (1) sintomas e sinais; (2) danos e estragos; (3) estratégias de proteção

    MÓDULO III -AVALIAÇÃO DE RISCO
    Mecanismos de defesa das árvores: A Fisiologia da árvore; Mecanismos de defesa químicos e físicos; Formação e tipo de podridões; Barreiras de Shigo.
    Avaliação do risco de fratura: Probabilidade e momento de fratura; Parâmetros dendrométricos para a avaliação do risco;
    Gestão e Inventário Arbóreo: O inventário e registos em Bases de Dados.
    Gestão e Inventário Arbóreo: O inventário e registos em Bases de Dados e SIG; Avaliação Patrimonial – A Norma Granada; Tratamento dos dados; Plataformas de gestão.
    Metodologia para a elaboração de relatório de um estudo de caso e estrutura do mesmo. Pontos a considerar na análise da árvore, considerando os atributos e domínios para uma adequada caraterização
    Avaliação de risco – Elaboração de trabalhos de grupo

  • Avaliação

    consiste na elaboração e apresentação de um relatório com estudo de caso na avaliação do risco e numa avaliação de desempenho

Manifestar interesse